Produtos

Raix440

Ciclo: Muito Curto (50 a 70 dias)

Tipo de solo: Todos

Utilização: Cobertura vegetal

Indicado para: Arroz - Cana de açucar - Milho - Pastagens - Trigo

RX 440 é uma composição equilibrada de espécies de três famílias diferentes, destinado a formação de cobertura vegetal. É composto por gramíneas, crucíferas e polygonaceas anuais de ciclo curto, dimensionado para preparar o solo para o cultivo de gramíneas, como milho, trigo, pastagens, arroz ou cana de açúcar.

COBERTURA VEGETAL PARA CONDIÇÕES EXTREMAS
O RAÍX RX 440 é uma mescla de espécies desenvolvida para preencher o período do vazio outonal, definido por grandes variações climáticas. Com três famílias diferentes, este mix entrega uma alta produção de biomassa em um curto espaço de tempo.

DOUTOR DOS SOLOS
A rusticidade do RX 440 lhe confere um elevado potencial de sanear o solo, eliminando as principais doenças que afetam as culturas comerciais, devido a presença de espécies de três famílias diferentes em sua composição.

O ADUBADOR
O RAÍX RX 440, possui a incrível faculdade de adubar o solo sem a adição de fertilizantes minerais. Pela tolerância a presença de alumínio tóxico, e por sua alta eficiência no uso da água, este mix resgata nutrientes de camadas que as culturas comerciais não conseguem mais alcançar. Além disso consegue absorver nutrientes menos solúveis ou até indisponíveis, como é o caso do fósforo, disponibilizando-os para as próximas culturas.

CONSELHOS DE IMPLANTAÇÃO:

Semeadura:
Época ideal – 20 de fevereiro a 20 de março e 15 de agosto a 01 de outubro
Prof. de semeadura – 2-3 cm

Fertilização:
Antes da adição de fertilizantes, considere os elementos disponíveis no solo e a época de semeadura;

Manejo da Biomassa:
Índice de matéria seca: 10 – 12 %
Dessecar 40 dias antes do plantio da próxima cultura, quando ultrapassar 7 ton/ha de matéria seca.

RX 440
Avatar sementes 440
Raix rx440 foto7
Raix rx440 foto2
Raix rx440 foto3
Raix rx440 foto4
Raix rx440 foto5
Raix rx440 foto6

Aplicações:

Reciclagem de Enxofre
Resistência da cultura posterior a estiagens
Produção de biomassa
Manutenção e desenvolvimento dos inimigos naturais
Manutenção e desenvolvimento de agentes polinizadores
Disponibilização de Fósforo retido no solo
Reciclagem de nitrogênio
Melhoria da infiltração de água do solo
Fitorremediação do solo
Duração da palhada após dessecação
Diminuição da compactação do solo
Controle de plantas infestantes (inclusive resistentes a herbicidas)
Controle de Nematóides
Controle de doenças de caule e raiz (Fusarium, Rhizoctonia, Sclerotinia, Macrophomina, Phomopsis, Phytophthora)
Construção da estrutura do solo
Manutenção da temperatura do solo
Reciclagem de potássio
Neutralização da acidez potencial do solo
Adição de biomassa radicular
Atividade da biomassa durante períodos de estiagem
Utilização como forrageira